lar doce lar

ambientes

Publicado em dezembro 9th, 2013 | por phocus+

0

Como é o Luciano? Bom, essa é a principal pergunta após o término desta aventura chamada “Lar doce lar”

por Leo Romano

Pois bem, se essa informação é importante, posso dizer que ele é bastante profissional, educado, gente fina. Preocupa-se com o resultado e está focado em nos ajudar a executar o projeto da maneira que melhor atenda a necessidade dos moradores. Mas, melhor do que falar do apresentador, é descrever um pouco de como nosso trabalho pode melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Leo RomanoParticipar do programa, foi um presente que ganhei este ano. Talvez uma experiência como a de uma viagem inesquecível, daquelas que vamos para transformar e saímos transformados. A família era bastante carente e merecedora do prêmio. Sr. Luiz, sanfoneiro de uma vida toda, tocou com diversos parceiros que viram suas carreiras prosperarem, porém o destino do Sr. Luiz foi outro. Enquanto seus companheiros se tornaram celebridades, ele foi ficando cada vez mais esquecido, tocando hoje sua sanfona nas calçadas de Campina Grande, em troca de gorjetas, que é o principal rendimento de sua família. Porém, toda essa história triste não foi suficiente para tirar sua vontade de viver.

Leo Romano1Quando vi todos pela primeira vez, sabia que deveria buscar o melhor resultado pois se tratava de pessoas especiais. Na conversa com a família para formatar suas necessidades, saí sem dados objetivos. Dna. Lúcia foi a única que manifestou uma vontade. Queria “uma porta”, pois durante toda a vida havia dormido em quartos divididos com armários velhos e restos de tecidos.

Leo Romano2Quando o cronômetro disparou, tivemos 12 corridos dias de obra e 2 dias de ambientação. Para uma interferência grande e ainda com um acréscimo de área construída de 60m2, foi pouco tempo. Mas todos trabalharam felizes e em prol de um único objetivo. Busquei na alegria do “maior São João do mundo” as referências para desenvolver um projeto alegre e de fácil leitura para a família. Envolvemos vários artesões que fizeram peças especiais para o projeto. Foi tudo muito gratificante.

Leo Romano3Mas o momento que vai ficar na minha memória, é o da abertura das cortinas para revelar a nova casa. Acostumados ao nada, a reação foi de um não entendimento daquele momento. Já um dos netos, abraçou as pernas de um tio e desabou em lágrimas. Vi ali, a oportunidade de um futuro melhor para quem começaria imediatamente a ter uma vida com novas perspectivas e muito mais conforto. Me senti parte desta família e totalmente dado a este processo. É emocionante sim! É verdadeiro e transformador!

Leo Romano4

 

 

 

Tags: , , ,


Sobre o Autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo ↑