casa cor goiás 2013 +banhos públicos

ambientes

Publicado em dezembro 12th, 2013 | por phocus+

0

Estreantes na Casa Cor Goiás, os arquitetos Heitor Arrais e W. Leão Ogawa elaboraram o projeto dos Banhos Públicos da mostra. proposta projetual parte da ideia romântica de fuga da realidade.

Heitor1

A caixa branca que divide o banheiro em feminino e masculino, localizada no meio do ambiente, estimula o visitante a projetar suas ideias naquele espaço, numa tentativa de exprimir os pensamentos que busca em seus momentos de reflexão. Essa caixa “flutua” sobre um plano preto, um efeito obtido com o uso de pastilhas na cor preta na parte do piso localizada logo abaixo da caixa. O plano preto, nesse caso, surge como um local de arejamento das ideias. O revestimento de piso com madeiras de demolição, que guiam o usuário até essa caixa, deixa um ar de nostalgia.

Heitor2Os espelhos que recepcionam o usuário criam uma ilusão de infinito, permitindo uma experiência de transposição e um olhar a novas possibilidades de pensamento. Dentro da caixa, por sua vez, encontra-se um bloco branco, monolítico, para que o usuário reflita sem interferência visual do meio externo. As cores sóbrias que predominam no ambiente (branco, cinza e preto) aliadas ao tom da madeira fazem o espaço aconchegante e acolhedor. Os revestimentos são pastilhas nas cores cinza, branco e preto e réguas cimentícias amadeiradas, tons que exprimem sobriedade e neutralidade.

Heitor3As pastilhas aplicadas são feitas da reciclagem de lâmpadas fluorescentes. Um dos modelos utilizados apresenta um desenho em baixo relevo, enquanto outro modelo lembra uma folha de papel rasgada. A iluminação é feita por meio da luminária Plafon Tubo, aplicada de forma aleatória, lembrando o cenário de uma caverna repleta de estalactites. A iluminação em todo o ambiente é pontual, criando volumetrias e movimento à luz.

Tags: , , , , , , , , , , ,


Sobre o Autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo ↑